sábado, 20 de julho de 2013

HOJE SUBI AO MONTE - 20/07/2013

HOJE FUI AO MONTE - 20/07/13

Queridos, hoje tive a grata satisfação de visitar um lugar que tem sido frequentado por diversas pessoas que se propõem a adorar (???) o Senhor Jesus.
Estava em um evento para criança o qual fui convidado para auxiliar. Foi então que um amigo informou-me sobre a existência do tal monte. Com isso, EU fiz o convite para nós visitarmos para termos uma ideia de como seria esse lugar místico.
Sendo assim, enfrentei o desafio que só a subida já estava me dando vontade de desistir (mas quem sabe minha benção estaria lá não podia parar). Então enfrentei até ao cume tão esperado. Na subida pude observar um lugar chamado de "lugar do conserto". Esse lugar é tido pelas pessoas como uma anti-câmara de chegada no alto, de forma que primeiro precisamos, antes, nos consertar nesse ambiente. É uma especie de confessionário. Se não se consertar primeiro não pode subir.
Quando cheguei ao o tão falado lugar pude perceber que é uma área que pode ser bem utilizado para um momento de interação com Deus - sim pode. Contudo, percebi que o terreno - bem organizado por sinal - apresentava uma estrutura voltada para o misticismo. Vi lá: frases com teor intimidativo, fogueira para queima de pedidos de oração e um que me chamou muito atenção, um mastro onde estavam preso vários objetos. Por exemplo: bíblia amarrada por sacola plástica, uma garrafa de plástico contendo o nome de algumas pessoas, fotos de pessoas presas ao mastro. Parou? Claro que não!!! Tinha algo que me impressionou muito. Um vaso que, possivelmente, continha azeite que estava sendo "consagrado" no monte para a realização de um evento que acontecerá em agosto do ano corrente.
Após ver tudo isso pude concluir: se os adeptos desse lugar que corrobora com todo esse misticismo e mesmo assim criticam os espíritas, macumbeiros e católicos posso defini-los todos HIPÓCRITAS. Ainda mais o que posso concluir é que podem ser tudo menos CRISTÃOS!!!
GIDEONE PIMENTEL

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Meu amigo, tenho pena dessas pessoas, presas na religiosidade. Espero que conheçam a liberdade da Graça de Cristo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se posso dizer isso. Mas o que penso é que o homem sempre teve a vontade de materializar a fé (não sei isso pode ser materializado - a fé). A fé num Cristo invisível não é suficiente.
      Abração

      Excluir